Postagens

INFELICIDADE PROFISSIONAL


Vive-se numa sociedade em que as pessoas aparentam algo que não existe, vivendo uma felicidade aparente.
Ao longo dos tempos, os profissionais na sua luta incessante por uma boa qualidade de vida, busca de melhores perspectivas, ficam doentes trabalhando em locais que não se identificam, continua somente pelo salário ou algum pacote de vantagem.
Pode-se afirmar que, essa é uma armadilha que vem destruindo muitas pessoas em quase toda sua dimensão em sua vida. Muitos profissionais odeiam seus trabalhos, mas permanecem neles por causa do salário, do status, de alguma segurança ou até mesmo benefícios.
Para Dutra (2017, p. 128), “essa infelicidade gera na pessoa uma amargura que se irradia para todas as suas relações sem que a pessoa perceba”.
Essa infelicidade pode vir a direcionar para outros patamares da vida pessoal e nas relações interpessoais, provocando um desequilíbrio, em muitas vezes imperceptíveis. Segundo Dutra (2017, p. 128), “alguns dos nossos entr…

Carreira subjetiva e objetiva

Carreira subjetiva e objetiva



Carreira um termo bastante utilizado nos tempos atuais que deriva da palavra latina ‘carraria’, que significa caminho de oportunidade com várias curvas que oferecem um processo com visões de altos e baixos.
Nos dias atuais trabalhar a gestão de sua carreira requer muito ‘jogo de cintura’ e expertise. A qual, o profissional precisa saber onde quer chegar para alcançar os seus anseios mais profundos. Antes as pessoas não tinham tanto pertinência para suas carreiras. Adentravam na empresa tão somente para executar as tarefas ou atividades a que lhe eram imputadas a fazer. Requisitos de atribuição de determinado cargo, o qual já estava preestabelecido. Importante pontuar que, o profissional era tratado como uma máquina, que poderia ser descartado a qualquer momento, caso este não desse rendimento e resultado desejado pelo chefe. Infelizmente, são poucas organizações, mas em alguns ainda vislumbra-se este tipo de comportamentos dos gestores.
É perceptível a e…

Gestão de pessoas não é o RH

Gestão de pessoas não é o RH

A área de gestão de pessoas passou e passa por constantes transformações tanto no cenário brasileiro como nas organizações internacionais.
É uma área que foi e é influenciada pelo movimento da administração, na qual naquele momento as empresas procuravam uma forma de melhorar suas políticas e práticas organizacionais. Cabe destacar alguns teóricos que foram de fundamental importância na transição do departamento de pessoal para o caminhar que verifica na atualidade a gestão de pessoas, tais como Henry Fayol que traz uma concepção mais funcionalista, no qual faz analogia da administração organizacional com anatomia. Um pensar nas estruturas funcionais subdividindo em áreas essenciais a empresa; Frederick Taylor com os princípios da administração científica, ele influenciou a gestão de pessoas considerando que toda estrutura da empresa condiciona a uma visão sistêmica, a qual estimulada por uma força de trabalho com especialização da mão-de-obra podia levar …

O PROCESSO DE MOTIVAÇÃO SOB A PERSPECTIVA HOLISTICA DA ORGANIZAÇÃO

O PROCESSO DE MOTIVAÇÃO SOB A PERSPECTIVA HOLISTICA DA ORGANIZAÇÃO


Daiana da Silva da Paixão


RESUMO

O presente artigo posiciona-se frentes as questões relacionadas ao processo de motivação sob a perspectiva holística, dando ênfase à organização de valor e as novas proposições holísticas que vem desafiando a área de gestão de pessoas. Mesmo que a inserção de novas tendências, cada instante as organizações estão sofrendo com as mudanças e tendo que buscar outras formas de melhorar seus sistemas internos. Em face dessas mudanças, um dos impasses e entraves da gestão de pessoas é a questão da motivação, as quais em muitas organizações tendem a utilizar ferramentas do passado, que não mais se encaixam no atual universo organizacional. Assim, com o presente estudo objetiva analisar e refletir o processo de motivação sob a perspectiva holística, procurando trazer ações afirmativas tão necessárias, tendo em vista dos gigantescos desafios que vem assolando as organizações, que é uma dessas: …

OS CINCO PILARES DA GESTÃO DE PESSOAS COMO OS PROPÓSITOS E PRÁTICAS DA ORGANIZAÇÃO CONTEMPORÂNEA

OS CINCO PILARES DA GESTÃO DE PESSOAS COMO OS PROPÓSITOS E PRÁTICAS DA ORGANIZAÇÃO CONTEMPORÂNEA


Daiana da Silva da Paixão



RESUMO

O presente estudo tem como objetivo analisar a importância dos cinco pilares da gestão de pessoas como propósitos e práticas da organização contemporânea, explicando as formas adequadas para sua implementação na organização. Para este estudo utilizou-se a pesquisa exploratória, através do levantamento bibliográfico com autores diversos como Bergamini (2015), Dutra (2017), Chiavenato (2002), Bergue (2014). Pretende-se concluir com esta pesquisa os efeitos positivos dos cinco pilares no ambiente organizacional e seus impactos nas expectativas, perspectivas das pessoas e empresa com seus propósitos e praticas nos processos organizacionais nesse atual cenário de constantes mudanças.

Palavras-chave: Gestão de Pessoas. Motivação. Expectativas. Relações.


1 Introdução

O estudo em epígrafe tem como objetivo analisar a importância dos cinco pilares da Gestão de Pess…